quarta-feira, 13 de junho de 2012

Escolha corretamente o seu amor



Se existe uma fase quando levantamos muitas questões, essa é a fase da juventude. Quando somos jovens fazemos inúmeras perguntas a respeito da vida. Uma das mais comuns, que perturba muitos jovens, é: como posso escolher corretamente o meu namorado ou namorada? É sobre esta pergunta que vamos, discorrer na mensagem de hoje.

A resposta padrão para qualquer uma de nossas escolhas se encontra na Bíblia. A desta pergunta não poderia ser diferente! Considerando o namoro como um preâmbulo para o casamento, o começo de uma vida a dois, encontramos na Bíblia pelo menos quatro conselhos que viabilizam a escolha correta do nosso amor.

O primeiro conselho é: Escolha um namorado ou namorada que seja crente. Leia comigo II Co 6.14-18: Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.

Paulo usa algumas palavras que são chaves dentro de uma relação de namoro, são elas: sociedade, comunhão, harmonia, união e ligação. Se estas palavras faltarem dentro do namoro, o namoro será uma grande dor de cabeça e o casamento, isto é, se chegarem a casar, com certeza será destruído. Sem estas qualidades, não pode existir verdadeira felicidade entre duas pessoas, pelo contrário, existirá apenas tristeza, solidão, angústia, sofrimento, etc. Na verdade é impossível existir tais qualidades em um namoro onde os dois não pensam a mesma coisa, onde os dois não possuem o mesmo amor, a mesma fé, a mesma esperança.

Jovens, casamento é uma sociedade, é uma união entre duas pessoas. Por que então se relacionar com pessoas que não são uma unidade contigo? Apenas os crentes fazem parte do corpo de Cristo, os descentes, não; apenas os crentes são um contigo, os descrentes, não o são. Acho que aqui ninguém gosta de brigar. Mas há uma grande possibilidade de você passar toda a sua vida brigando com o seu cônjuge se ele não tiver a mesma crença que você. As perguntas retóricas de Paulo são bastantes claras. Não pode existir um namoro com uma pessoa incrédula. Por isso ele aconselha: Retire-se, separe-se, acabe o namoro, acabe com esta esperança de namorar aquele incrédulo.

Veja Fl 2.1-4: “Se há, pois, alguma exortação em Cristo, alguma consolação de amor, alguma comunhão do Espírito, se há entranhados afetos e misericórdias, completai a minha alegria, de modo que (1) penseis a mesma coisa, (2) tenhais o mesmo amor, (3) sejais unidos de alma, (4) tendo o mesmo sentimento. (5) Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por (6) humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. (7 – Egoísmo) Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.” Aqui Paulo exorta os cristãos a desenvolverem a unidade em seus relacionamentos. Ele aconselha os crentes a (1) pensarem a mesma coisa, (2) terem o mesmo amor, (3) serem unidos de alma, (4) terem o mesmo sentimento, (5) não fazer nada com divisão, (6) serem humildes pensando mais no próximo do que nele mesmo e (7) não ser egoísta pensando apenas no que é seu. Agora eu lhe pergunto, como você pode ter unidade com alguém se ela não faz nenhuma destas coisas?

Conta-se a história que certa jovem crente se sentiu atraída por um belo rapaz descrente, se apaixonou e logo começou a namorá-lo. Depois de muita pressão da família que é toda crente, do pastor da igreja e de muitos irmãos em Cristo para o namoro acabar, ele levantou uma de suas mãos num culto, dizendo que se converteu. Poucos meses depois eles se casaram. Quando estavam saindo do casamento para ir à lua de mel, ele parou o carro, olhou nos olhos dela com sarcasmo e disse: “Ah meu amor! Tenho uma coisa a lhe comunicar: você nunca mais vai pisar o pé naquela igreja!” Sua vida nunca foi mais a mesma depois daquele comunicado. O rapaz nunca havia se convertido realmente. Ele era um lobo que havia engabelado a ovelhinha de Cristo que estava fraca na fé. Aquela jovem sofreu pelo resto de sua vida as consequências da desobediência à Palavra de Deus por viver ao lado de um homem que não queria nada com Deus.

Começar um namoro com alguém incrédulo com esperança que ele se converta é como ir ao centro de uma cidade bem movimenta, como a grande Juazeiro do Norte, colocar uma venda nos olhos e atravessar a avenida Padre Cícero em pleno movimento. Você não terá certeza que o carro irá parar. Se ele não parar, que é o mais provável, você poderá tanto quebrar apenas um braço ou uma perna como até ter um traumatismo craniano ou mesmo morrer com uma hemorragia cerebral incontrolável. Você quer arriscar?

Sabe por que existem jovens crentes que insistem em namoram com descrentes? Um dos grandes motivos é por causa do grande orgulho que ela tem no coração. Geralmente o jovem diz assim: “Pai, mãe, eu vou sim namorá-lo ou namorá-la, não tem quem me impeça! Se o senhor não deixar, eu saio de casa. Se vocês não deixarem eu namorar, eu não considero mais vocês como meus pais.” Este jovem ou esta jovem está com muito orgulho no coração. Orgulho é quando você faz a sua vontade passando por cima da vontade dos seus superiores: Deus e seus pais.

O casamento de um filho de Deus com um incrédulo nunca foi aprovado por Deus. Podemos usar aqui 3 exemplos. Primeiro, Abra para Gn 24.1-4. Abraão pede para seu servo escolher uma mulher para seu filho Isaque que fosse da sua terra. Abraão queria evitar que Isaque arrumasse uma esposa pagã da terra dos cananeus, ou seja, uma mulher incrédula em Deus. Segundo exemplo, Isaque segue o mesmo exemplo do pai, veja Gn 28.1 ao pedir para Jacó não se casar com alguma mulher pagã da terra dos cananeus. Agora veja o triste fim de Esaú, irmão de Isaque, Gn 26.34-35. Ele deixou seus pais amargurados, porque se casou, não apenas uma, mas com duas mulheres incrédulas, duas mulheres que não serviam a Deus. Isaque e Jacó não eram tão orgulhosos quanto Esaú a tal ponto de desobedecer a vontade de Deus e de seus pais em casar com mulheres pagãs, incrédulas. Eu te pergunto: você é orgulhoso? Ou obediente a Deus e a seus pais? O fim de Isaque e Jacó foi abençoado porque se submeteram a vontade de Deus e de seus pais, agora o fim de Esaú foi amaldiçoado porque ele foi orgulhoso, desobediente.

Cuidado com quem você está olhando, flertando ou mesmo paquerando. Veja o Sl 1.1: "Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.” Com outras palavras, feliz é o homem que anda com boas companhias. Cuidado com as amizades na sua faculdade, escola, trabalho, bairro, etc. O namoro começa com uma simples amizade! Não queira mais do que apenas coleguismo se esta pessoa não for crente. Paulo em II Co 6.14-18 é bastante claro com suas perguntas retóricas. Não pode existir comunhão alguma entre os filhos de Deus e os filhos do diabo. Por mais que aquele rapaz ou moça, que você está interessado ou interessada, um dia chegue a ser crente, ainda não é hora de nem mesmo pensar em ter um relacionamento de namoro com ele ou ela, pois ele ou ela ainda não fez uma decisão por Cristo. Mesmo que você conheça casos de crentes que se casaram com descrentes e hoje estão bem, nunca brigaram, etc., não vale a pena desobedecer o mandamento de Deus. Então, Siga o conselho da palavra de Deus, escolha um namorado ou namorada que seja crente e seja feliz por está sob a vontade de Deus.

O segundo conselho é: Escolha um namorado ou namorada que tem a Bíblia como padrão de sua vida. Leia comigo Sl 119.9: De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra.

A Bíblia deve ser o padrão de conduta de todo crente. Infelizmente ainda tem crente que teima em resolver os problemas de sua vida segundo sua própria vontade. Por isso, é importante escolher um crente que tem a Bíblia como padrão da vida dele. Ter a Bíblia como padrão significa que aquela pessoa leva em consideração os conselhos bíblicos antes de fazer qualquer coisa. Seus pensamentos, ações, atitudes e caráter são baseados na Palavra de Deus. Perceba neste irmão ou irmã se ele ou ela tem amor pela Palavra de Deus, veja Sl 119.97: “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!”. Perceba se este crente de fato valoriza a Palavra de Deus. Se ele ama meditar na Bíblia. Se sim, então todo o seu namoro vai ser puro. Vai ser branco como a neve. E que maravilha será, que benção será e que diferença será ter um namoro repleto de pureza até chegar o casamento.

O namoro mundano é cheio de sexo, toques indecentes, beijos escandalosos e incitantes ao extremo, passeios para lugares pecaminosos, etc. Se você é crente, mas não observa a Bíblia, o seu namoro está caminhando para o mesmo rumo do namoro de incrédulos. Infelizmente, existem casais de namorados crentes que não possuem um namoro puro, um namoro santo, um namoro fundamentado na Rocha, por isso, logo, logo, eles estarão sujando o seu relacionamento com: sexo, toques indecentes, beijos escandalosos e incitantes ao extremo, passeios para lugares pecaminoso, etc. Se você despreza a Palavra de Deus, que diferença será o seu namoro do namoro de incrédulos? Nenhuma! Mas quando o namoro cristão é recheado dos valores bíblicos, o namoro caminhará para a pureza, para o respeito pelo próximo, para o amor verdadeiro pelo próximo e para o começo de uma cumplicidade santa e pura. Então vale a pena escolher um namorado ou namorada que tem a Bíblia como padrão de sua vida, pois você estará obedecendo a Deus e será feliz com um namoro puro.

O terceiro conselho é: Escolha um namorado ou namorada que ame a Deus mais do que a você. Leia comigo Dt 6.5: Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças.

Deus deve está no centro do nosso coração. Se existir outra coisa no centro do nosso coração, então, estaríamos quebrando o primeiro mandamento: Não terás outros deuses diante de mim. Se você percebe que aquele crente que está interessado ou interessada em você, ama mais a você do que a Deus, então você está se tornando um deus para ele ou ela, um ídolo do coração dele ou dela. Na realidade ele ou ela está cego por você e você está ocupando sem saber o lugar de Deus no coração dele ou dela. Isto será prejudicial para o namoro e futuramente para o casamento. Eu te pergunto, você quer se tornar um deus para esta pessoa?

Vamos exemplificar da seguinte maneira para sabermos se esta pessoa ama mais a Deus ou mais a você. Quando ele te chama para sair é sempre nos horários de culto da Igreja? Por exemplo, nos horários da mocidade, EBD, culto de oração, etc? E se você diz que não é bom sair no horário dos cultos, até sugere para depois do culto, mas ele não aceita, é porque ele quer te louvar na mesa da lanchonete, ao invés, de louvar a Deus no culto. É porque ele está te amando mais do que amando a Deus. Cuidado com este ou esta crente idólatra. Escolha um namorado ou namorada que ame a Deus mais do que a você.

O quarto conselho é: Escolha um namorado ou namorada que tem visão ampla da obra de Deus. Leia comigo Jo 4.35: Não dizeis vós que inda há quatro meses até à ceifa? Eu, porém, vos digo: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a ceifa.

Os discípulos que acompanhavam Cristo nesta ocasião não tinham ainda uma visão ampla da obra de Deus. Enquanto eles estavam preocupados com a comida deste mundo que perece, Cristo estava preocupado com a comida que não perece: a alma da mulher samaritana. Jesus ensina a visão que eles devem ter da obra de Cristo, uma visão ampla. Ele disse erguei ou olhos e vede. A ideia aqui é de todo crente cumpra o papel de um verdadeiro evangelista, uma verdadeira testemunha de Cristo para pregar o evangelho a toda criatura. A visão de Evangelização de Cristo é ampla, veja At. 1.8: “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. A visão de Cristo é até aos confins da terra. Quando ele disse lá em Jo 4.35 para erguer os olhos e ver, temos a ideia de avista ao longe, olhar para muito distante, ter uma visão ampla. A ceifa do Senhor está pronta para todo crente trabalhar. A ordem aqui é a evangelização para os perdidos.

A pergunta que eu faço é a seguinte: você quer se relacionar com uma pessoa crente para somar no reino de Deus? Então, escolha uma pessoa crente que tem a visão de Cristo da obra de Deus, ou seja, uma visão ampla. Se assim for, então, o namoro de vocês será bastante dinâmico, sempre existirá desafios a serem alcançados, será cheio de novidades e a monotonia não fará parte deste abençoado relacionamento. Agora, imagine que você comece a namorar uma pessoa que é preguiçosa para realizar a obra de Deus, uma pessoa que tem uma visão medíocre da obra de Deus! Como será triste o fato de vocês não estarem somando na obra de Deus. Não queira ficar parado, pois quando estamos parados, o que acontece? Satanás se aproveita para nos tentar e nos fazer perder a pureza e alegria no nosso namoro. É tão bonito e exemplar quando um casal de namorados são envolvidos na obra de Deus, especialmente na evangelização.

A missão de ter uma visão ampla é para todos os crentes, então, não dê desculpas. Agarre de vez a ordem do senhor e escolha uma pessoa crente que tenha o mesmo pensamento que você da obra de Deus. Por isso, escolha um namorado ou namorada que tem visão ampla da obra de Deus.

A Bíblia, amados, possui muito mais do que apenas quatro conselhos para escolhermos corretamente o nosso amor. Porém ficaremos com estes quatro essenciais e indispensáveis conselhos. Estes conselhos são para o seu maior bem. O casamento é o próximo passo despois do namoro, então, se você escolher corretamente o seu namoro, você será abençoado com um excelente casamento.

Você é um jovem de princípios? Ou você faz tudo “na doida”, esperando no que vai dar? Geralmente os adolescentes e alguns jovens são tachados como imaturos porque não tomam decisões baseadas em princípios construtivos, mas em impulsos como os animais. Eu espero que você seja um adolescente ou um jovem de princípios. Escolha o seu namorado ou sua namorada baseado nestes princípios. Não deixe que te comparem a um animal impulsivo, mas a um adolescente ou jovem prudente que está construindo desde cedo, desde a juventude, a sua casa sobre a Rocha, a sua vida sobre a Rocha que é Cristo. Escolha um namorado ou namorada que seja crente, que tenha a Bíblia como padrão de vida, que ame a Deus mais do que a você e que tenha uma visão ampla da obra de Cristo.

E você que já está namorando, eu te pergunto, o seu namoro está ferindo alguns destes princípios? Se você não começar corretamente o seu namoro, há grandes possibilidades do seu casamento ser repleto de brigas, confusões, falta de respeito, ciúmes e desastres. Então, resolva o quanto antes a sua situação, enquanto está no namoro e seja feliz debaixo da vontade de Deus. Duas decisões a serem tomadas: ou acabe com este namoro ou converta o seu namoro para o cristianismo, o namoro, não o namorado ou namorada. Se você está ferindo o primeiro princípio que vimos, escolher um namorado ou namorada que seja crente, a única decisão correta é acabar o namoro, pois Deus não está sendo glorificado com este namoro.

Que Deus te abençoe

A serviço do Mestre

Tibério Bezerra

2 comentários:

  1. Ola Tiberio, tudo bem? Fique firme nesta caminhada de blogueiro, é um ministério muito interessante e que atrai pessoas a reflexão bíblica, e nestes últimos dias que tanto lixo tem sido lançado na internet, aqui estamos nós publicando textos de qualidade e com verdades tão vivas que são as verdades das Escrituras. Visite www.mimbare.blogspot.com e fique ligado nas informações missionárias do Ministério Batista Regular. Um abraço, Pr. Marcelo e família

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelos incentivos, pastor. Ficarei sim acompanhando as novas no MIMBARE! Abraços para a família.

      Excluir